3 de fevereiro de 2012

Gaivota

Portadora da má sorte,
Da tristeza e da morte,
Voadora e carregada
Da profecia danada.

Mar bravo ela traz,
Medo da força fugaz,
Mar calmo chama
De volta a sua dama.

Apenas nós vemos negativo,
Poderíamos ver com outros olhos
Um ligamento emotivo.

Mar bravo ou mar sereno,
A gaivota anda sempre por perto
Pois assim, pode viver em pleno.

[ A nossa falta de visão é tão simples quanto esta: existem sempre sinais que indicam a desgraça e outros que indicam a calma. Mas talvez se olharmos para o todo...o resultado é diferente, não é ? Tem um outro sentido. Porque nos centramos tanto num ou noutro, quando o que interessa...é que no final, tudo tenha valido a pena ? ]

1 comentário:

  1. http://cween-crazy.blogspot.com/2012/02/liebster-blog.html

    ResponderEliminar